Imagem de destaque para artigo sobre técnico agrícola no Blog AgriQ. Descrição da imagem: homem branco com camisa xadrez e boné utilizando tablet em uma lavoura de trigo. (Créditos: Shutterstock)

Perfil profissional: o que faz um técnico agrícola?

Perfil profissional: o que faz um técnico agrícola?

Você sabe o que faz um técnico agrícola? 

Este profissional, um dos mais importantes da cadeia produtiva agropecuária, possui uma vasta área de atuação. 

Neste artigo, reunimos as principais informações sobre a profissão, como curso, salário, áreas de atuação e muito mais!

Continue a leitura abaixo! 

O que é um técnico agrícola? 

O técnico agrícola é o profissional diplomado pela escola agrotécnica de nível médio. É responsável por auxiliar e prestar consultoria técnica quanto a comercialização e produção agropecuária, bem como assegurar a biosseguridade (ou seja, os procedimentos necessários para minimizar riscos de contaminação e disseminação de agentes infecciosos) durante a cadeia produtiva. 

No Brasil, a profissão é regulamentada pela Lei Federal n° 5.524/1968 e pelo Decreto Federal nº 90.922/1985.

O que faz um técnico agrícola? 

O técnico agrícola é o profissional responsável por apoiar a produção agropecuária em seus diferentes estágios de desenvolvimento.

Isto inclui atividades como:

Área pecuária

Em específico quanto à produção pecuária, o profissional pode prestar assistência em atividades variadas, como:

  • Orientações para a escolha e manejo de pastagem;
  • Alimentação, desenvolvimento, reprodução, compra e venda dos animais;
  • Pequenas intervenções cirúrgicas.

Área agrícola 

Já quanto à produção agrícola, é comum que ele auxilie o produtor rural em atividades como:

Outra atividade realizada pelo técnico agrícola é a emissão de receita agronômica, documento obrigatório para a comercialização de qualquer defensivo agrícola. 

A receita agronômica funciona como a prescrição de uso de um agrotóxico. Nela, estão as recomendações para a aplicação segura do produto, além de como deve ser a lavagem, descarte e devolução das embalagens vazias. 

Banner-Blog-AgriQ-Receituario-Agronomico-Teste-Gratis

Outras atividades

Técnicos agrícolas também podem estar envolvidos em atividades que não sejam ligadas diretamente à execução de projetos agropecuários.

Algumas delas, por exemplo, são: 

  • Condução de experimentos de pesquisa;  
  • Promoção de ações de organização, extensão e capacitação rural;  
  • Desenvolvimento de tecnologias de produção;  
  • Fiscalização e elaboração de relatórios, laudos, perícias e avaliações. 

O que é preciso para ser um técnico agrícola? 

Segundo o Decreto Federal nº 90.922/1985, para exercer a profissão de técnico agrícola, é preciso concluir um curso de educação profissional técnica de nível médio relacionado à uma das modalidades aprovadas pelo Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas (CFTA), órgão regulador da profissão. 

De acordo com a Resolução nº 32/2021 do CFTA, mais recente atualização sobre o tópico, temos atualmente 55 modalidades profissionais de técnicos agrícolas aprovadas 

Listamos todas elas abaixo com o nome do curso técnico equivalente segundo a quarta edição do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT) publicada em 2020: 

Modalidade de técnico agrícola Curso técnico equivalente para a modalidade 
Técnico Agrícola Técnico em Agricultura 
Técnico Agrícola em Açúcar e Álcool Técnico em Açúcar e Álcool 
Técnico Agrícola em Agricultura de Precisão Técnico em Agricultura 
Técnico Agrícola em Agrimensura Técnico em Agrimensura 
Técnico Agrícola em Agroecologia Técnico em Agroecologia 
Técnico Agrícola em Agroextrativismo Técnico em Agroecologia 
Técnico Agrícola em Agroflorestal Técnico em Florestas 
Técnico Agrícola em Agroindústria Técnico em Agroindústria 
Técnico Agrícola em Agronegócio Técnico em Agronegócio 
Técnico Agrícola em Agropecuária Técnico em Agropecuária 
Técnico Agrícola em Alimentos Técnico em Alimentos 
Técnico Agrícola em Apicultura Técnico em Apicultura 
Técnico Agrícola em Aquicultura Técnico em Aquicultura 
Técnico Agrícola em Beneficiamento/Processamento de Madeira Técnico em Processamento da Madeira 
Técnico Agrícola em Bovinocultura Técnico em Agropecuária 
Técnico Agrícola em Cafeicultura Técnico em Cafeicultura 
Técnico Agrícola em Carnes e Derivados Técnico em Alimentos 
Técnico Agrícola em Cervejaria Técnico em Cervejaria 
Técnico Agrícola em Cooperativismo Técnico em Cooperativismo 
Técnico Agrícola em Controle Ambiental Técnico em Controle Ambiental 
Técnico Agrícola em Equipamentos Pesqueiros Técnico em Recursos Pesqueiros 
Técnico Agrícola em Frutas e Hortaliças Técnico em Agricultura 
Técnico Agrícola em Fruticultura Técnico em Fruticultura 
Técnico Agrícola em Geodésia e Cartografia Técnico em Geodésia e Cartografia 
Técnico Agrícola em Geologia Técnico em Geologia 
Técnico Agrícola em Geoprocessamento Técnico em Geoprocessamento 
Técnico Agrícola em Gestão Ambiental Técnico em Meio Ambiente 
Técnico Agrícola em Grãos Técnico em Agricultura 
Técnico Agrícola em Hidrologia Técnico em Hidrologia 
Técnico Agrícola em Horticultura Técnico em Agricultura 
Técnico Agrícola em Infraestrutura Rural Técnico em Agropecuária 
Técnico Agrícola em Irrigação e Drenagem Técnico em Agropecuária 
Técnico Agrícola em Jardinagem Técnico em Agricultura 
Técnico Agrícola em Laticínios Técnico em Alimentos 
Técnico Agrícola em Leite e Derivados Técnico em Alimentos 
Técnico Agrícola em Mecanização Agrícola Técnico em Agricultura 
Técnico Agrícola em Meio Ambiente Técnico em Meio Ambiente 
Técnico Agrícola em Meteorologia Técnico em Meteorologia 
Técnico Agrícola em Mineração Técnico em Mineração 
Técnico Agrícola em Ovinocultura Técnico em Agropecuária 
Técnico Agrícola em Paisagismo Técnico em Paisagismo 
Técnico Agrícola em Pecuária Técnico em Agropecuária 
Técnico Agrícola em Pesca Técnico em Pesca 
Técnico Agrícola em Piscicultura Técnico em Aquicultura 
Técnico Agrícola em Pós-Colheita Técnico em Agricultura 
Técnico Agrícola em Recursos Minerais Técnico em Mineração 
Técnico Agrícola em Recursos Pesqueiros Técnico em Recursos Pesqueiros 
Técnico Agrícola em Saneamento Técnico em Saneamento 
Técnico Agrícola em Topografia Técnico em Geodésia e Cartografia 
Técnico Agrícola em Veterinária Técnico em Veterinária 
Técnico Agrícola em Viticultura e Enologia Técnico em Viticultura e Enologia 
Técnico Agrícola em Zootecnia Técnico em Zootecnia 
Técnico Agrícola Florestal ou Florestas Técnico em Florestas 
Técnico Agrícola Rural Técnico em Agricultura 

É importante ressaltar que o CNCT é um documento que serve como base para a padronização da oferta de cursos técnicos no Brasil. O catálogo é atualizado periodicamente pelo Ministério da Educação (MEC) para que sempre contemple, da melhor forma possível, as mudanças e necessidades do setor produtivo. 

Por conta dessas atualizações, é possível que você encontre ou tenha feito um curso para formação de técnico agrícola com o nome diferente do que listamos acima. Isso acontece por duas razões: 

  1. As denominações não estão ou não estarão mais em uso a partir da vigência da edição mais recente do CNCT; 
  2. Os cursos estão sendo ofertados em caráter experimental. 

Essa questão do nome do curso é relevante no momento de solicitar o registro profissional no CFTA. Este cadastro é obrigatório para exercer a profissão regularmente no Brasil. 

Sendo assim, caso o profissional tenha se formado em um curso técnico que não consta mais no CNCT, será necessário, na solicitação do registro profissional, identificar qual curso presente na última edição do catálogo mais se aproxima daquele que ele cursou. 

Como fazer o registro de técnico agrícola? 

Para realizar o registro de técnico agrícola, é preciso solicitar o cadastro profissional no site do CFTA.  

No momento da solicitação, é necessário fornecer: 

  • Original do diploma ou certificado equivalente, registrado pelo órgão competente do sistema de ensino ou revalidado por instituição brasileira de ensino, conforme o caso; 
  • Histórico escolar com a indicação das cargas horárias das disciplinas cursadas; 
  • Documento indicando a duração do período letivo ministrado pela instituição de ensino, quando diplomado no exterior; 
  • Conteúdo programático das disciplinas cursadas; 
  • Carteira de identidade ou cédula de identidade de estrangeiro com indicação de permanência no país, expedida na forma da lei; 
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF); 
  • Título de eleitor, quando brasileiro; 
  • Prova de quitação com a Justiça Eleitoral, quando brasileiro;  
  • Prova de quitação com o Serviço Militar, quando brasileiro; 
  • Comprovante de residência; 
  • Foto em formato digital; 
  • Requerimento preenchido e assinado; 
  • Pagamento das taxas devidas. 

Como é o curso de técnico agrícola? 

Como explicamos anteriormente, existem diferentes cursos técnicos para a formação como técnico agrícola. Sendo assim, cada um deles tem seu próprio projeto pedagógico de acordo com o perfil profissional e campo de atuação.  

Os cursos podem ser ofertados na modalidade presencial ou à distância.  Por serem de nível médio, é possível realizá-los de forma integrada, simultânea ou após a finalização do ensino médio. 

Em alguns casos, a instituição de ensino também pode incluir o estágio curricular supervisionado no projeto pedagógico do curso. Neste caso, ele é obrigatório e deverá ser cumprido de forma presencial. 

Se o curso for na modalidade à distância, o MEC exige que no mínimo 20% da carga horária seja realizada em atividades presenciais.  

Quanto tempo dura o curso de técnico agrícola? 

O tempo de duração para o curso de técnico agrícola varia de acordo com a modalidade. Por isso, é possível encontrar cursos com carga horária mínima de 800 a 1.200 horas.  

Sendo assim, de forma geral, a duração do curso de técnico agrícola é de 1 ano a 1 ano e meio. 

Onde fazer o curso de técnico agrícola? 

Para fazer o curso de técnico agrícola, é necessário se matricular em um curso técnico relacionado à uma das modalidades aprovadas no CFTA. 

Você pode encontrar os cursos em instituições de ensino como: 

  • Institutos federais; 
  • Escolas técnicas privadas 
  • Escolas técnicas vinculadas às universidades federais; 
  • Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefet); 
  • SENAI, SENAC, SENAR e SENAT, vinculados aos Serviços Nacionais de Aprendizagem (SNA); 
  • instituições de ensino superior devidamente habilitadas para ofertar cursos técnicos. 

Vale ressaltar que a instituição de ensino, seja ela privada ou pública, precisa obrigatoriamente ter registro no MEC. 

Quais são as áreas de atuação de um técnico agrícola? 

Como existem várias modalidades para a profissão, o técnico agrícola tem uma vasta área de atuação, que compreende a assistência e execução dos projetos agropecuários de acordo com sua especialidade. 

Sendo assim, o técnico agrícola pode atuar em empresas públicas e privadas, seja como assalariado ou autônomo. 

Na área privada, é comum que os técnicos agrícolas trabalhem em agroindústrias (como as usinas de cana-de-açúcar, por exemplo), indústrias de alimentos e bebidas, lojas e cooperativas agropecuárias e laboratórios de análises de alimentos. 

Por sua vez, no setor público, os técnicos agrícolas costumam trabalhar em órgãos de fiscalizações higiênico-sanitárias ou, também, em instituições de pesquisa. 

Além disso, o profissional também pode atuar na administração de propriedades e empresas rurais, bem como representante comercial de produtos agropecuários. 

Quanto ganha um técnico agrícola? 

Em 2018, a Federação Nacional dos Técnicos Agrícolas (FENATA) definiu que o piso salarial do técnico agrícola seja de R$ 2.500 para uma jornada de 44 horas de trabalho semanais. 

Desde então, considerando os acordos coletivos aprovados para profissionais em regime CLT nos últimos anos, o piso salarial do técnico agrícola é de R$ 2.859,80, conforme dados do Salario.com.br.

Também de acordo com o mesmo site, o teto salarial da profissão é de R$ 6.051,92. 

Conclusão 

Neste artigo, explicamos o que faz o técnico agrícola, qual é sua área de atuação e o que é necessário para exercer o ofício no Brasil. 

Além disso, também listamos as modalidades da profissão aprovadas pelo CFTA e quais são as opções de cursos técnicos, segundo a última edição do CNCT, equivalentes para a atuação nessas áreas. 

Blog-Banner-AgriQ-Receituário-Agronômico-Consulta-Fitossanitária

Gostou deste conteúdo? Aproveite e saiba mais sobre como funciona o geoprocessamento na agricultura. 

Post Tags :

Julie Tsukada

Jornalista e Analista de Conteúdo no Conexa, hub de inovação da Aliare.

26 Comentário

  • José Alves Correia
    17/10/2022

    Muito bom!👏👏
    QUERO FAZER UM CURSO DECE.🤗

    Reply
    • AgriQ Receituário Agronômico
      30/10/2022

      Obrigado pelo retorno, José! Boa sorte para você na profissão de técnico agrícola. 😊

      Reply
  • Vilmar Cleiton
    26/10/2022

    A duração do curso é de 2 anos? Tem o curso de técnico agrícola em itaperuna RJ ?

    Reply
    • AgriQ Receituário Agronômico
      30/10/2022

      Olá, Vilmar! Sim, a duração média do curso de técnico agrícola é de 2 anos. Para verificar sobre a existência de cursos na sua região, recomendamos que você entre em contato com os órgãos de defesa agropecuária ou com o Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas.

      Reply
  • Hugo Vasconcelos
    17/11/2022

    Precisaria ser mais valorizado, pode-se dizer que é o profissional do setor primário que é “pau-pra-toda-obra”! Deveria ter mais investimento nessa classe. Grande abraço aos colegas Técnicos Agrícolas e Técnicos em Agropecuária!

    Reply
  • João Luiz m soares
    19/11/2022

    Eu fiz mestria agrícola ,4anos e depois técnico agrícola mais 4 anos , fui um dos primeiros técnicos agrícola registrado no CREAA

    Reply
  • Renato de Paiva
    08/01/2023

    Depois de anos formado quero trabalhar com assistência técnica, teria um passo à passo? Seria somente baseado em nossos conhecimentos e experiências?
    OBS: ÓTIMO CONTEÚDO!!

    Reply
    • AgriQ Receituário Agronômico
      18/01/2023

      Olá, Renato! Obrigado pelo elogio, ficamos felizes em saber que você gosta do nosso conteúdo. 😊 Sobre sua pergunta, recomendamos que você verifique isso diretamente com o Conselho Federal de Técnicos Agrícolas (CFTA) para ter uma informações mais assertiva. O atendimento deles por Whatsapp é pelo número +55 800 121 9999. Esperamos que te ajude!

      Reply
  • MARCOS
    03/02/2023

    TECNICO EM AGRONEGOCIO PODE ASSINAR RECEITA DE HERBERCIDA?

    Reply
    • AgriQ Receituário Agronômico
      13/02/2023

      Olá, Marcos! Para assinar a receita de herbicida e qualquer outro tipo de defensivo agrícola, é preciso que o responsável pelo receituário tenha registro como técnico agrícola no CFTA. No caso, se o profissional com a formação de técnico em agronegócio tiver o registro, ele então poderá assinar a receita.

      Reply
  • Vanessa
    10/02/2023

    Olá bom dia
    Sou formada em técnico agrícola
    Queria concorrer para um concurso suprimentos de bens e serviços administração será que meu técnico contaria para o cargo

    Reply
    • AgriQ Receituário Agronômico
      13/02/2023

      Olá, Vanessa! Neste caso, o ideal é que você verifique no edital do concurso ou entre em contato com a banca organizadora. Esperamos que ajude!

      Reply
  • Gilmaro
    13/02/2023

    O curso técnico agrícola ele é reconhecido pelo MEC ?

    Reply
  • Messias Pedroza
    23/03/2023

    Sou gestor ambiental graduação tecnológica, gostaria de saber se posso exercer o cargo de tecnico agrícola, e se possome cadastrar no conselho tecnico como tecnico ambiental .

    Reply
    • AgriQ Receituário Agronômico
      30/03/2023

      Olá, Messias! Sim, você pode exercer o cargo de técnico agrícola, já que uma das modalidades possíveis para a profissão é de Técnico Agrícola em Gestão Ambiental. No caso, na hora de solicitar o registro como técnico agrícola no Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas (CFTA), eles irão avaliar se sua formação técnica está de acordo com as competências exigidas para a profissão.

      Reply
  • Gelson Espíndola da Silva.
    23/04/2023

    Meu nome é Gelson Espíndola. Estudei no colégio Agrícola de Ilha Solteira, se formei em 1976. Trabalhei no IAC, Instituto Agronômico de Campinas, com Melhoramento de Plantas.( Cultura. Amendoim). E Faculdade de Engenharia Agrícola ( Universidade Estadual de Campinas). Área Irrigação. Agora sou aposentado. Técnico Agrícola é uma Profissão Maravilhosa, para os amantes do campo.

    Reply
  • Fabia Cristina dos Santos
    19/06/2023

    Tenho uma dúvida,o técnico agropecuário, pode só trabalhar na área da agricultura?Pois sei que na área pecuária,as vezes é necessário algumas intervenções animal,e isso não conseguiria fazer.Obrigada

    Reply
    • AgriQ Receituário Agronômico
      22/06/2023

      Olá, Fabia! Não, o técnico agropecuário pode trabalhar em outras áreas além da agricultura. Tudo depende das exigências do cargo e o quanto elas estão de acordo com as experiências e a formação do profissional.

      Reply
  • wesley
    25/06/2023

    vcs tem curso de tecnico agricola.

    Reply
  • Tiago
    11/07/2023

    O diploma de técnico em agronegócio é válido para concurso público para técnico Agrícola?

    Reply
    • AgriQ Receituário Agronômico
      11/07/2023

      Olá, Tiago! Isto pode variar de acordo com o concurso. Por isso, o ideal é que você verifique este ponto no edital.

      Reply
  • Andreia Vanessa
    08/08/2023

    Onde consigo o curso de técnico agrícola em Brasília ?

    Reply
  • Muito obrigada.Estou cursando e estou muito feliz.Gosto muito dessa área.
    25/10/2023

    Muito bom, os esclarecimentos . Tenho muito interesse nessa área e já estou cursando indo pra o último módulo do técnico Agrícola em Agropecuária.Pretendo me aprofundar cada fez mais , pois amo estar em contato com a natureza.🙏

    Reply

Deixe um comentário